Quiere comprar pastillas de potencia Venda De Viagra Brasil La entrega de tabletas se produce en la normal imperceptible el sobre y se respeta la confidencialidad de la.

Audiovisual paraense terá 15 novos curtas

Imprensa

Audiovisual paraense terá 15 novos curtas

Os realizadores terão até setembro para produzir, realizar e finalizar os curtas
Imprensa

O audiovisual paraense vai ganhar em breve 15 novos curtas-metragens. Esse é o resultado do Culturanimação – I Concurso de Interprogramas de Animação, realizado pela Cultura Rede de Comunicação e Instituto de Artes do Pará (IAP). Cinco projetos foram contemplados, cada um prevendo a realização de três curtas com duração de um minuto.

 

Foram contemplados Eliezer França Aido, que fará os curtas “A Carona”, “O Gigante de Água” e “Lembranças ao Rio”; Daneill Duan Pinheiro Paluma, com “Iguais”, “Brasil” e “Verdeando”; Otoniel Lopes de Oliveira Júnior, com “Boitatá – Cobra de Fogo na Ponte de Mosqueiro”, “Caipora no Theatro da Paz” e “Vira-Porco nos Prédios”; Petrônio Medeiros Lima Filho, com a série “Tu Conheces?”, que vai tratar dos escritores paraenses Bruno de Menezes, Dalcídio Jurandir e Max Martins; e Marcílio Benedito Caldas Costa, que deverá realizar os curtas “O Pôpôpô”, “Chuva da Poesia” e “Bichos Letrados”. 

 

Cada projeto receberá R$ 18 mil (dezoito mil reais). Os realizadores terão até o início de setembro para produzir, realizar e finalizar os curtas-metragens. O lançamento será durante a XVI Feira Pan-Amazônica do Livro, no período de 21 a 30 de setembro. Além disso, os curtas serão exibidos na programação da TV Cultura e no Portal Cultura.

 

Foram inscritos ao todo 26 projetos, sendo 25 de Belém e um de Marabá. O júri foi formado por Marco Antônio Moreira, crítico de cinema e programador do Olympia; Januário Guedes, cineasta paraense; e Cássio Tavernard, diretor de filmes de animação como "A Onda - Festa na Pororoca”.

 

Segundo explica Indaiá Freire, coordenadora do concurso, os critérios foram comunicabilidade – ou seja, desenvolvimento do roteiro e adequação aos eixos temáticos determinados pelo edital -, exiquibilidade do projeto no período previsto no edital e criatividade artística.  

 

O edital previa a seleção de cinco projetos, cada um com três propostas inéditas de curtas, dentro dos seguintes temas: Meio ambiente (água, lixo, preservação da natureza), Cultura de Paz, Tolerância (racial, religiosa, sexual) e Memória (patrimônio público ou personalidades da cultura paraense), Amazônia e Infância/Adolescência.

 

No último mês de maio, Cultura e IAP realizaram duas oficinas para interessados em trabalhar com a linguagem de animação e tirar dúvidas sobre o edital. Estiveram em Belém os produtores Luciana Druzina e Marcelo Moraes, que falaram sobre a elaboração e execução de projetos e também sobre o mercado de animação brasileiro, que vive uma fase de intensa produção, com a exportação de séries para outros países.