Quiere comprar pastillas de potencia Venda De Viagra Brasil La entrega de tabletas se produce en la normal imperceptible el sobre y se respeta la confidencialidad de la.

Doadores FC levou torcedores de Remo e Paysandu ao Hemopa

Imprensa

Doadores FC levou torcedores de Remo e Paysandu ao Hemopa

A campanha ajudou a aumentar o estoque do banco de sangue do hemocentro.
Doadores FC levou torcedores de Remo e Paysandu ao Hemopa

Foto: Divulgação

 

Cultura Rede de Comunicação, em parceria com a Fundação Hemopa, realizou nesta sexta-feira (07) o dia "D" da Campanha "Doadores Futebol Clube". Torcedores dos clubes Remo e Paysandu foram ao hemocentro para doar sangue. No total foram registrados 411 comparecimentos e 282 coletas, números bem acima da média de doações dos últimos dias.

 

Rádio, TV e Portal Cultura fizeram flashes ao vivo durante a programação da emissora. Com o slogan “Doar sangue é show de bola”, os clubes convocaram torcedores para participar da mobilização. O Hemopa recebeu também a visita dos mascotes dos dois times, atletas de handebol e de futebol americano, grupos de corrida, além do centroavante remista Nano Krieger e do meio-campista Diogo Oliveira, do Paysandu.

 

A recepcionista Daniella da Silva vestiu camiseta e boné do time de coração e foi ao Hemopa. Era a sua primeira doação de sangue e ela garantiu que não seria a última. “Não podia deixar de vir. Vou ajudar o Remo a ser campeão de doação”, disse. Quem também fazia a primeira doação era a estudante Karen Santos, que soube da campanha pelas redes sociais. “É muito importante esse tipo de campanha. As pessoas amam seus times, e quando eles chamam a gente vem mesmo. Estamos lotando o Hemopa”, contou.

 

O saldo da campanha ajuda a repor o estoque de sangue da fundação, que na última semana chegou a ficar com apenas 30% da capacidade de atendimento. Para a presidente do Hemopa, Ana Suely Saraiva, toda campanha de estímulo à doação de sangue é bem vinda, mas essa, especialmente, ocorreu num momento crítico. “Estamos no período de intensas chuvas, e o número de doações caiu muito. A Cultura, Remo e Paysandu estão se mostrando muito conscientes da importância da doação de sangue”, destacou.

 

Segundo a presidente da Cultura Rede de Comunicação, Adelaide Oliveira, a campanha realiza a verdadeira missão da Cultura como emissora pública e educativa. “A Rede Cultura, enquanto emissora pública, cumpre o papel social quando promove uma campanha de doação de sangue. Com essas ações é possível levar ao público informação e conhecimento. Fazemos isso por meio da grande audiência em nossas transmissões dos jogos do Campeonato Paraense Banpará 2017, e o retorno é sempre bom. Doar sangue é um ator de amor, de generosidade e, principalmente, de vida”, explicou.

 

A união dos clubes para elevar as doações de sangue promete ser cada vez maior. Para o presidente do Paysandu, Sérgio Serra, “isso é algo muito maior do que a rivalidade de dois times. Está ligado à possibilidade de salvar vidas. Então enquanto pudermos ajudar nisso, com certeza faremos essa mobilização”. O vice-presidente do Clube do Remo, Marco Pina, disse que a parceria com a Fundação Hemopa é constante. “O time está sempre engajado com o hemocentro para que possamos ajudar a salvar muitas vidas”.

 

Aos torcedores que não puderam comparecer ao Hemopa nesta sexta, no dia "D", vale lembrar que a campanha segue até o fim do Parazão deste ano. Todos aqueles que estão em condições de ser um doador de sangue podem se dirigir ao hemocentro para fazer a sua doação e concorrer ao sorteio de camisas autografadas pelos jogadores do Campeonato Paraense Banpará 2017. Participe!

 

Quem pode doar? Qualquer pessoa com boa saúde, com idade entre 16 e 69 anos e pesando acima de 50 quilos. Os menores de 18 anos precisam da autorização dos pais ou responsáveis legais. É necessário levar documento de identidade original e com foto e não precisa estar em jejum. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher, a cada três meses. No Hemopa é possível também fazer o cadastro de doadores de medula óssea, para isso o candidato deve estar bem de saúde, ter entre 18 e 55 anos e portar documento de identidade original e com foto.

 

Serviço: A Fundação Hemopa fica na Trav. Padre Eutíquio, nº 2109, em Batista Campos. As coletas são feitas de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 18h e aos sábados, das 7h30 às 17h. Mais informações podem ser obtidas pelo “Alô Hemopa” através do número 0800-2808118.