Quiere comprar pastillas de potencia Venda De Viagra Brasil La entrega de tabletas se produce en la normal imperceptible el sobre y se respeta la confidencialidad de la.

Artistas mostram versatilidade em show da Mostra Protótipo

Imprensa

Artistas mostram versatilidade em show da Mostra Protótipo

Foto em destaque

Fotos: Camila Lima/Portal Cultura

 
Uma noite de sons, ritmos e emoções. Assim pode ser definido o show da Mostra Protótipo, realizado na noite desta quinta-feira (21) no Teatro Universitário Cláudio Barradas, em Belém. Os artistas da Orquestra Pau e Cordista, Azul Dossel, A Troca, DK, Inesita, Tula Tânia, Caruana, Gael Conhece o Mar, Pelé do Manifesto e Everton MC, e Toni Link levantaram o público do teatro com as 10 músicas selecionadas pela Cultura Rede de Comunicação no projeto. O musical foi gravado e será exibido pela TV Cultura do Pará no próximo dia 5 de julho, às 19h, com reapresentação dia 8 de julho, às 21h. 
 
 
"Acredito que a Cultura fez um trabalho incrível quando selecionou esses 10 artistas e revelou novos talentos ao público paraense. Mas é importante ressaltar que não descobrimos só estes 10. Nós temos ai 131 trabalhos de qualidade que podem perfeitamente estourar no cenário da música paraense. Prova disso é que vamos aproveitar todas as músicas da mostra e divulgá-las na Rádio Cultura", destaca Beto Fares, diretor da Rádio Cultura FM e coordenador do projeto. Durante o show, os artistas tiveram 10 minutos para apresentar seus trabalhos, além da música selecionada pelo projeto.
 
 
Com apresentação da cantora Sammliz, o show começou com o carimbó da Orquestra Pau e Cordista, que teve a música "Ovni ou vinil", selecionada no projeto. A canção, típica do ritmo paraense, colocou o público para dançar. "Viva a música paraense, viva a cultura paraense", vibrou o músico Douglas Dias, integrante do grupo, durante a apresentação. Em seguida, foi a vez da banda Azul Dossel mostrar toda sua versatilidade no carimbó misturado com as guitarradas paraenses na música que leva o mesmo nome da banda. "Fazemos música para dançar e se rasgar", disse o músico Jean Bizet, que foi bastante aplaudido pelo público.
 
Mostra Protótipo

 

(Mostra Protótipo - Teatro Universitário Cláudio Barradas)
 
Na expectativa para estrear nos palcos, o estudante Christian Oliveira, mostrou blues, folk e rock na música "Antídoto", dentro do projeto A Troca. "Estava um pouco nervoso, mas segurei a minha onda. Foi uma realização ver as pessoas me aplaudindo e curtindo meu som", disse Christian, que é o líder da banda. A canção "Beira-te comigo" foi a proposta que o músico DK levou para o palco do Cláudio Barradas. Com uma batida envolvente, logo conquistou o público do teatro. "Foi uma sensação maravilhosa subir no palco e ver que a galera curtiu meu trabalho. Agora pretendo gravar um CD e seguir com meu trabalho", destacou Daniel Kahwage.
 
 
Mostrando a força das mulheres na mostra, a cantora Inesita subiu ao palco para mostrar toda sua versatilidade musical, com elementos da música paraense. "Fica uma sensação maravilhosa de dever cumprido, de ter mostrado meu trabalho. Foi legal dividir o palco com esses músicos maravilhosos", disse ela após a apresentação. Dona de uma voz doce e envolvente, a noite também teve a paraense Tula Tânia, que mostrou brasilidade em suas composições. "Me senti realizada. Foi maravilhoso ouvir meus conterrâneos e poder dividir esses momentos com eles. Estou muito feliz", disse ela. 
 
 
O carimbó raiz do grupo Caruana fez o público abrir a roda e dançar no espaço do teatro. Única mulher integrante da banda, a percussionista Loba Lobato fez questão de destacar ao público que as mulheres merecem mais espaços na música. "Tive a importância de destacar esse lugar de espaço que a mulher deve ocupar em qualquer lugar, seja numa banda de carimbó ou em qualquer outro trabalho. A representatividade na música também é muito importante", destacou ela, que foi bastante aplaudida. As baladas românticas da banda Gael Conhece o Mar trouxeram elementos como rock, pop e folk para o teatro Cláudio Barradas. "Nós tocamos um rock meio pop, meio folk, e temos influências de bandas americanas e brasileiras. A ideia foi levar ao público essa mistura e o público gostou", disse o músico Sebastião Silva, líder do grupo.
 
 
Democrática, a Mostra Protótipo também teve espaço para a música de reflexão e protesto. Da periferia de Belém, os rappers Pelé do Manifesto e Everton MC, levantaram o público nas rimas e versos da suas artes no projeto "Preto e Branco". "Estamos muito felizes pelo espaço que ganhamos na Mostra Protótipo, porque não só nós, mas como os outros grupos tiveram oportunidade de divulgar seus trabalhos e conquistar novos espaços", disse Everton. O show foi encerrado com o brega eletrônico do dj Toni Link. Natural de Garrafão do Norte, sudeste paraense, o artista não escondeu a emoção após apresentar sua lineup. "Pensei em desistir várias vezes do meu trabalho, mas quando vi que fui selecionado passei a apostar todas as fichas neles e hoje, aqui, percebi que as pessoas gostaram e fiquei muito feliz. Estou sem palavras", finaliza.
 
 
No total, a Mostra Protótipo recebeu 131 inscrições de várias regiões do Estado. Do total de inscritos, 79 passaram para fase final da seleção. As músicas foram selecionadas por profissionais da área e críticos musicais, entre os dias 14 e 17 de maio, com curadoria realizada pela Cultura Rede de Comunicação.
 
 
Votação
Logo após a exibição do show pela TV Cultura do Pará começa votação para o público escolher um artista que vai ganhar videoclipe produzido pela emissora. Internautas poderão votar por meio do Portal Cultura. O resultado será divulgado no dia 19 de julho pela Cultura Rede de Comunicação. Para realizar o show, a Cultura Rede de Comunicação mobilizou cerca de 50 profissionais da fundação entre marketing, técnicos da Rádio e TV Cultura, além jornalistas e equipe de apoio. A Mostra Protótipo tem apoio do Núcleo de Conexões Na Figueredo e Pro Music.