Quiere comprar pastillas de potencia Venda De Viagra Brasil La entrega de tabletas se produce en la normal imperceptible el sobre y se respeta la confidencialidad de la.

Documentário mostra a luta dos índios Guarani Kaiowá

Cinema

Documentário mostra a luta dos índios Guarani Kaiowá

O filme será exibido até este domingo (23) no Cine Olympia
Documentário mostra a luta dos índios Guarani Kaiowá

Foto: Divulgação

 

O Cine Olympia exibe até este domingo (23) o documentário “Martírio”, de Vincent Carelli, filme que aborda a violenta trajetória histórica que afeta os povos indígenas da etnia Guarani Kaiowá, desde a colonização portuguesa do território brasileiro, até os governos das últimas décadas, mostrando como estes prosseguiram apoiando e facilitando a atuação do agronegócio no território do povo Guarani.

 

Trilogia - Premiado no Festival de Brasília em 2016, “Martírio” é o segundo documentário de uma trilogia assinada por Carelli, cujo primeiro capítulo foi “Corumbiara” (2014), sobre um massacre indígena ocorrido em 1985 no sul de Rondônia, se completando com “Adeus capitão”, filme a ser lançado, abordando as indenizações a tribos afetadas pela instalação de grandes projetos, em Marabá, sul do Pará.

 

Embora os três filmes abordem temas distintos, eles têm em comum o resgate da história indígena em nosso país, ainda bastante invisível e deturpada em séculos da suposta “civilização”. Por tudo isso, “Martírio” é um documentário ao qual não se pode assistir com indiferença. Embora longo - com quase 3 horas de duração – o filme faz o espectador se emocionar e refletir sobre a vida dos Guarani. Assista ao trailer.

 

Antropólogo, Carelli é também o criador do projeto Vídeo nas Aldeias, através do qual procura mostrar a sua visão, como cineasta, acerca da luta indígena diante das transformações que ocorrem atualmente no país.

 

Em “Martírio”, por exemplo, tal situação é ilustrada pelas imagens das discussões da comissão do Senado Federal sobre a PEC 215, que traria para o Congresso a palavra final sobre demarcações de terras, desconsiderando as reivindicações dos índios diante de latifundiários da chamada “bancada do boi”, avessos a concessão aos indígenas e, no mínimo, coniventes com a violência que leva ao extermínio destes.

 

Serviço: A exibição do documentário “Martírio” acontece no Cine Olympia (Av. Presidente Vargas, 917) no período de 18 a 23 de setembro, às 18h30 (segunda a sexta) e 16h30 (sábados e domingos). A entrada é gratuita.