Quiere comprar pastillas de potencia Venda De Viagra Brasil La entrega de tabletas se produce en la normal imperceptible el sobre y se respeta la confidencialidad de la.

Exposição de Geraldo Teixeira é inspirada em Giverny e na Amazônia

Exposição de Geraldo Teixeira é inspirada em Giverny e na Amazônia

Espaço Cultural Banco da Amazônia recebe a programação
Exposição de Geraldo Teixeira é inspirada em Giverny e na Amazônia

Foto: Divulgação

 

Artista plástico com mais de 40 anos de atividades e reconhecida trajetória no panorama das artes, Geraldo Teixeira apresenta ao público a exposição “Geografia do Espelho” com telas inéditas produzidas pelo artista a partir da semelhança geográfica e sensorial entre os jardins de Giverny (França) e a paisagem amazônica.  Com curadoria de Jussara Derenji, a abertura está marcada para o dia 13 de novembro, às 18h30, no Espaço Cultural Banco da Amazônia.

 

O artista conheceu Giverny, onde está localizada a casa de Claude Monet. Com seus jardins, o local foi o pequeno paraíso e fonte de inspiração do pintor que passou a cultivar plantas exóticas e orquídeas, criando um jardim de água recoberta de nenúfares e ninfeias.

 

Ao se deparar com essa explosão de cores e espécies florais, Geraldo percebeu a forte identificação visual desse espaço com a paisagem amazônica, com sua vegetação, espelhos d’água, rios, entre outros. A exuberância da paisagem de Giverny o deslocou no tempo e no espaço trazendo-o de volta para o sussurro dos igarapés amazônicos, onde luz e cor emergem como sonho.

 

É justamente a matéria pictórica a mais explorada por Geraldo neste trabalho ao usar a natureza como uma paleta de cores para compor um mundo que gradualmente se desconstrói, criando novas visualidades e possibilitando um interessante processo de criação artística a partir de tais referências imagéticas. Em “Geografia do Espelho”, o artista constrói o sensível, a plasticidade, a arqueologia de uma paisagem gravada no imaginário, transportada para a tela em fragmentos impregnados na memória.

 

Sobre o artista

 

Geraldo Teixeira é fundador da Associação dos Artistas Plásticos do Pará e foi curador geral do Salão Paraense de Arte Contemporânea (SPAC). Já participou de várias exposições individuais e coletivas no Brasil e no exterior, além de possuir obras em acervos de museus brasileiros. Utiliza em suas pinturas a encáustica, cujo processo artístico reúne referenciais culturais que vão do clássico ao experimental contemporâneo. Trabalha também no campo tridimensional, utilizando madeira, alumínio, ferro e vidro usando como tema a construção náutica, característica dos rios da Amazônia especificamente os “cavernames” (conjunto de peças que dão forma ao casco da embarcação - estrutura). Trabalha também com Arte Pública, produzindo obras em grandes dimensões. Atualmente vive e trabalha em Belém.

 

 Serviço:

 

Exposição “Geografia do Espelho”. Projeto selecionado pelo Prêmio Banco da Amazônia de Artes Visuais 2018.

Abertura: 13 de novembro de 2018, às 18h30.

Local: Espaço Cultural Banco da Amazônia (Av. Presidente Vargas, 800 – Térreo)

Visitação até o dia 18 de janeiro de 2019. Entrada franca. Mais informações na página do evento no Facebook.