Quiere comprar pastillas de potencia Venda De Viagra Brasil La entrega de tabletas se produce en la normal imperceptible el sobre y se respeta la confidencialidad de la.

Cemitério da Soledade é tema de mostra fotográfica

Cemitério da Soledade é tema de mostra fotográfica

“Soledade Daquele Tempo”: Exposição pode ser visitada até o dia 30 de abril
Cemitério da Soledade é tema de mostra fotográfica

Uma exposição fotográfica que faz o registro das memórias e da ação do tempo na arquitetura de mausoléus e esculturas do mais antigo cemitério de Belém, o da Soledade. Tudo isso pode ser conferido na exposição “Soledade Daquele Tempo”, de Rafael Soares, em cartaz no espaço Espaço Casa Sete até o dia 30 de abril.

 

Rafael Soares é musico e dramaturgo. Com dez anos de atuação já dirigiu vários espetáculos teatrais e musicais em Belém. Agora apresenta sua primeira exposição fotográfica com retratos do cotidiano, revelando um pouco do seu olhar acerca da sua cidade natal.

 

Sobre o Cemitério de Nossa Senhora da Soledade - Um dos mais antigos de Belém, ele foi fundado em 1850 como cemitério municipal após uma epidemia de febre amarela que atingiu a capital paraense naquela época, causado um grande número de mortes. Situado na Avenida Serzedelo Correa, nº 514, no bairro de Batista Campos, o Soledade ocupa uma área de 76.340m². Em 1880 foram encerrados os sepultamentos no local, mas a visitação ao mesmo continua até os dias atuais. Entre as sepulturas famosas está o jazigo do General Hilário Maximiliano Antunes Gurjão, com esculturas feitas na Itália. Em 1964 o cemitério foi tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) como patrimônio arquitetônico, urbanístico e paisagístico.

 

Serviço: A exposição “Soledade Daquele Tempo” pode ser visitada no Espaço Casa Sete (Trav. Enéas Pinheiro, 721, entre Marquês de Herval e Pedro Miranda) até o dia 30 de abril, no horário de 9 às 18h. Entrada franca.

 

Foto: Arquivo Iphan