Quiere comprar pastillas de potencia Venda De Viagra Brasil La entrega de tabletas se produce en la normal imperceptible el sobre y se respeta la confidencialidad de la.

Coletiva Xoxós realiza espetáculo inédito

Coletiva Xoxós realiza espetáculo inédito

A peça marca a inauguração do novo espaço da cidade, o “Teatro do Desassossego”.
Coletiva Xoxós realiza espetáculo inédito

Com uma dramaturgia marcada por histórias subversivas, afrontosas e atravessadas por risos ácidos, “Meu Poema Imundo” é a mais nova produção cênica da Coletivas Xoxós, grupo teatral paraense. O espetáculo ocorre entre os dias 4 a 8 de dezembro, às 20h, e irá inaugurar o Teatro do Desassossego, espaço alternativo localizado no Centro Histórico de Belém. A entrada é franca.

 

A peça conta a história de uma mulher gorda que habita um espaço subterrâneo e inóspito. Ela leva uma vida à margem dos padrões estéticos esperados pela sociedade, em uma constante criação e confronto cênico com os objetos desse mundo rude. A história, considerada uma “bufa amazônida” (estilo cômico/sarcástico), tem em si uma atmosfera pesada, descomunal e potente.

 

A Coletivas Xoxós é um grupo de teatro liderado por mulheres, fundado em 2015. Prestes a completar cinco anos de existência, a equipe busca estimular as produções a partir do protagonismo feminino. Os processos de criação geralmente chamam equipes de fora para auxiliar em trabalhos específicos, que podem ser alterado  no decorrer do processo. A professora e atriz Andrea Flores relata que todos os trabalhos até então realizados pelo coletivo são protagonizado por mulheres e assinado por um mulher encenadora, ainda que haja homens na equipe. “A gente faz experimentações, propõe pesquisa artísticas que procuram deslocar o teatro do lugar comum. Agora nós estamos localizando nossos trabalhos e o que está acontecendo com essa nova produção é que pela primeira vez na nossa história estamos criando para dentro de um espaço específico, que é uma casa-teatro, um porão especial no centro histórico de belém. É um momento da história das Coletivas em que, além da marca da mulher protagonizando, tem também a assinatura de um espaço, onde a gente quer atuar e quer que os trabalhos estejam”, conclui Andrea, integrante do coletivo.

 

A direção cênica é de Leoci Medeiros, com dramaturgia de Wlad Lima e performance da artista Andrea Flores. O espetáculo celebra também a poesia do corpo, a liberdade e o riso de ser desproporcional. 

 

 

Serviço

 

Espetáculo: Meu Poema Imundo

 

Data: 04, 05, 06, 07 e 08/12

Horário: às 20h

Local: Teatro do Desassossego (Rua Dr. Malcher, nº 287, Cidade Velha - Subterrâneo da Casa Cuíra).

 

Foto: Danielle Cascaes