Quiere comprar pastillas de potencia Venda De Viagra Brasil La entrega de tabletas se produce en la normal imperceptible el sobre y se respeta la confidencialidad de la.

Cartilha busca auxiliar tratamento a crianças cardiopatas

Cartilha busca auxiliar tratamento a crianças cardiopatas

O livro busca reunir informações sobre o paciente e auxiliar profissionais envolvidos no tratamento.
Cartilha traz informação de saúde para crianças cardiopatas

No Brasil, ainda há dificuldade no tratamento aos portadores de cardiopatia congênita, um espécie de anormalidade na estrutura ou função do coração, que surge nos primeiros meses de gestação. Observando essas dificuldades, a Fundação Hospital de Clínicas Gaspar Vianna (FHCGV), centro de referência em tratamento de crianças cardiopatas no Pará, criou uma Cartilha de Saúde desenvolvida por profissionais da cardiologia pediátrica da unidade para ajudar e auxiliar no tratamento da doença. 

 

A publicação tem como objetivo ajudar crianças portadoras de cardiopatia, assim como orientar os profissionais envolvidos no cuidado a ter conhecimento dos principais aspectos relacionados à doença. O livro busca também reunir o maior número de informações possíveis para auxiliar no tratamento, seja no próprio Hospital de Clínicas, seja em outra unidade de saúde.

 

A complexidade do tratamento, os custos elevados, a falta de informação sobre os problemas cardiológicos do paciente são alguns fatores que tornam escassa uma assistência especializada aos portadores de cardiopatia congênita. “Muitas doenças do coração são complexas e de difícil entendimento sobre o seu comportamento, efeitos e limitações na vida da criança. Essa cartilha ajudará em situações em que o paciente ou a família precisar procurar outros serviços de saúde, e o mesmo serve para profissionais da área médica”, explica a cardiopediatra e idealizadora do projeto, Denise Travessa.

 

Na cartilha constam informações individualizadas da criança, como a identificação, descrição do problema cardiológico, cuidados e orientações aos pais e aos profissionais de saúde que estarão responsáveis pelo atendimento.

 

A FHCGV fez impressão de mil cartilhas para serem entregues no mês de fevereiro às crianças atendidas pelo serviço de cardiologia pediátrica. A entrega será durante uma internação hospitalar e quando estiverem sendo submetidas a tratamento cirúrgico. A ideia é, posteriormente, ampliar a ação aos pacientes ambulatoriais.

 

Para o cirurgião cardiovascular Marco Travessa, a iniciativa é uma forma dos profissionais acompanharem o tratamento desses pacientes, independentemente da unidade de saúde. “Acreditamos que será uma ferramenta importante para manter a continuidade do atendimento destas crianças e atuar de forma preventiva, reduzindo complicações e o número de internações hospitalares muitas vezes por desinformação”, acrescenta. 

 

 

Foto: Ascom/HC