Quiere comprar pastillas de potencia Venda De Viagra Brasil La entrega de tabletas se produce en la normal imperceptible el sobre y se respeta la confidencialidad de la.

Fundação promove ‘lives’ com contadores de histórias

Fundação promove ‘lives’ com contadores de histórias

Transmissões ocorrem até 29 de março, em dias intercalados, às 11h
Foto em destaque

Com o objetivo de auxiliar na prevenção e combate ao coronavírus, a Fundação Bunge promove uma rede de leitura em que escritores, contadores de histórias e mediadores de leitura podem compartilhar as experiências por meio de transmissões online no Facebook. 

 

O objetivo da ação é utilizar a literatura como conexão entre pessoas durante o período de quarentena, de forma interativa e educativa. As ‘lives’ ocorrem até 29 de março, às 11h, em dias intercalados, e contam com a mediação de um especialista no tema. O facebook que recebe a programação pode ser acessado aqui.

 

Confira a programação completa:

23 de março

Conversa com Kelly Orasi, contadora de histórias desde 1998, uma das fundadoras do Curso Básico de Formação de Contadores de Histórias na Biblioteca Hans Christian Andersen, em que atuou como coordenadora e professora. É docente do curso de Pós-graduação "A Arte de Contar Histórias" na disciplina "O Objeto na Performance Narrativa".

 

25 de março

Bate-papo com o grupo Arte Negus, fundado em 2007 que soma comicidade, oralidade e os saberes populares. O grupo realiza atividades artísticas em diferentes segmentos, como Artes Cênicas, Narração de Histórias, Artes Visuais e Literatura.

 

27 de março

Leandro Calado, palhaço e cofundador da Cia Mimicalado, divide um pouco da experiência nos palcos. Ele nasceu em 2002 e já se apresentou em diversos circos pelo mundo. A intenção do projeto é levar arte, carinho e respeito ao público, com foco na contação de história em contato direto com o espectador.

 

29 de março

Samara Rosa, contadora de histórias e bonequeira, explica a iniciativa chamada "Rosas Negras", que retrata bonecas de pano negras e fala sobre representatividade na infância.

 

Foto: Divulgação/ Facebook Fundação Bunge