Quiere comprar pastillas de potencia Venda De Viagra Brasil La entrega de tabletas se produce en la normal imperceptible el sobre y se respeta la confidencialidad de la.

Governo do Estado investe em kits de UTI

Rádio Cultura

Governo do Estado investe em kits de UTI

Em entrevista coletiva, o governador Hélder Barbalho anunciou a compra dos equipamentos
Publicado em 25/03/2020
Em entrevista coletiva, o governador Hélder Barbalho anunciou a compra dos equipamentos
Governo do Estado investe em kits de UTI

Um investimento que vai reforçar o atendimento nas Unidades de Terapia Intensiva no Estado. Na noite desta quarta-feira (25), o governador Hélder Barbalho anunciou, em entrevista coletiva, a assinatura de um contrato que garante a compra de 400 kits de UTI para ampliar a capacidade de atendimento dos hospitais no combate ao coronavírus. Os kits foram adquiridos na China e devem chegar ao Pará em 15 dias.

 

Além disso, o governador ainda falou sobre os números da doença no estado e as próximas ações diante da pandemia. Confira os destaques:

 

- Dois novos casos são confirmados no Pará, agora no município de Ananindeua. Uma mulher, de 35 anos, que viajou para o Rio Grande do Sul para participar de um congresso e teria sido infectada naquela região. O outro paciente é o esposo dela, um homem de 42 anos, que teria sido infectado após o retorno da esposa do congresso, caracterizando o primeiro caso de transmissão dentro do território paraense. Os dois seguem em estado de saúde estável e em isolamento domiciliar.

 

- Nùmeros no Pará: 7 casos confirmados (4 em Belém, 2 em Ananindeua e 1 em Marabá), 137 em análise e 289 descartados.

 

-  Assinatura de um contrato de compra de 400 kits de UTI, adquiridos da China, que devem estar no Pará em 15 dias. Os kits ficarão a disposição do Estado e serão disponibilizados sob demanda para atendimento de pacientes do coronavírus.

 

- Atualmente o estado possui 700 leitos de UTI. Com a iniciativa, o estado passa a ter 1100 leitos de UTI.

 

- Em reunião com a bancada federal, ficou decidido, junto ao Congresso, que R$ 260 milhões vindos de emenda parlamentar de bancada serão disponibilizados integralmente para o combate ao coronavírus.

 

- Em videoconferência, todos os governadores do país decidiram continuar com as medidas restritivas para protger preventivamente a população de cada estado

 

- O Governador do Estado sugeriu que o Governo Federal disponibilize parte dos recursos do próprio tesouro nacional, estimado em 1 trilhão de reais, para injetar renda à população, como a viabilização de créditos para micro e pequenos empreendedores e trabalhadores individuais.

 

- Lançado na terça-feira (24), o Fundo Esperança já contabiliza 25 mil inscritos. O programa, voltado para o trabalhador informal, micro e pequeno empreendedor, utiliza recurso próprio do Estado.

 

- Educação – esta semana começa a distribuição de cestas de alimentos para todos os alunos da rede estadual de ensino. Serão 535.700 cestas de alimentos distribuídas. Será disponibilizado o calendário por cidade pelas Redes Sociais. A iniciativa, que utiliza recurso próprio do Estado, é para ajudar as famílias dos estudantes com a alimentação durante esse período.

 

- A Secretaria de Educação, em parceria com a Funtelpa, lança o programa “Todos em casa pela Educação”, o qual ofertará aulas para todos os alunos do ensino fundamental e médio, por meio da TV Cultura. A iniciativa é para que neste período, em que as aulas estão suspensas, todos possam ter acesso ao conhecimento. A estreia será na próxima segunda, a partiir de 15h15.

 

- Membros do exército brasileiro estão auxiliando na ação de acolhimento aos moradores de rua, no Mangueirão. Já são mais de 500 moradores de rua atendidos e, por conta disso, o Mangueirinho também será utilizado para atendimento desse público, a fim de descontralizar a ação e garantir o bem estar de todos.

 

- Será informado um número de whatsapp, pelas Redes Sociais, para que as pessoas indiquem a localização dos moradores de rua, a fim de facilitar o trabalho de abordagem e viabilizar condução deles até o Mangueirão.

 

- Sobre a situação do centro comercial de Belém - Não houve fechamento de comércio de rua, o decreto abrange o fechamento dos shoppings da cidade.

 

- Sobre o pronunciamento do presidente Bolsonaro, o governador Hélder Barbalho afirmou que a sua obrigação é com a vida das pessoas, e que vai manter as medidas até então adotadas no Estado.

 

- Hospitais de campanha: nesta quinta (26), uma equipe técnica irá aos locais até então designados para os hospitais de campanha. Além de Belém, serão 120 leitos em Santarém para atender o Oeste do Pará, mais 120 leitos no sudeste paraense e 60 leitos para a região do Marajó. Já estão sendo feitas as contratações de OS para a gestão desses hospitais, e haverá um chamamento a todos os profissionais de saúde para que possam trabalhar nesses hospitais.

 

- Vale ressaltar que os hspitais de campanha são reservas de atendimento, uma cautela para desaforgar os hospitais e não funcionarão de “porta aberta”, para atendimento primário e emergencial.

 

Foto: Bruno Cecim/ Agência Pará