Quiere comprar pastillas de potencia Venda De Viagra Brasil La entrega de tabletas se produce en la normal imperceptible el sobre y se respeta la confidencialidad de la.

UFPA adota primeira rede móvel 5G

UFPA adota primeira rede móvel 5G

Pará será o Estado pioneiro na implantação da tecnologia em uma Universidade
Foto em destaque
A Universidade Federal do Pará (UFPA), por meio do Núcleo de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações, Automação e Eletrônica (Lasse), instala em 25 de setembro a PA5Ge, primeira rede móvel 5G privada instalada em um ambiente universitário e de pesquisa no Brasil.
 
O lançamento ocorre durante o workshop virtual "Conectividade 5G na Amazônia" (Co5GAm), que conta com uma programação baseada em apresentações pré-gravadas de palestras e depoimentos de integrantes da academia, governo e indústria. Se inscreva aqui.
 
O Lasse é instalado no Parque de Ciência e Tecnologia (PCT) Guamá. "Realizamos pesquisas utilizando Inteligência Artificial (IA) e processamento de sinal para a camada física das redes 5G e 6G virtualizadas, de forma a melhorar a performance e o funcionamento de redes móveis. A partir disso, é possível se implantar diversas aplicações, como por exemplo, a utilização de drones para reconhecimento de atitudes suspeitas como assaltos e vigilância interna do campus", afirma o coordenador do projeto, Aldebaro Klautau.
 
As características principais da PA5Ge são um núcleo com funções de rede virtualizada com base em software open-source, operando em hardware de baixo-custo. A rede vai operar com objetivos científicos em uma frequência de 700 MHz, licenciada pela Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL), considerada de baixa frequência para permitir um maior alcance.
 
"A implementação da rede móvel experimental permite um grande avanço nos níveis dos resultados elaborados pelas pesquisas desenvolvidas na universidade, pois com a utilização de uma rede real e com vários usuários, os métodos e algoritmos desenvolvidos podem ser avaliados com um maior rigor e um enfoque mais prático", explica Aldebaro Klautau.
 
Foto: Divulgação/Site do Lasse