Quiere comprar pastillas de potencia Venda De Viagra Brasil La entrega de tabletas se produce en la normal imperceptible el sobre y se respeta la confidencialidad de la.

2ª Mostra de Teatro Nilza Maria inicia neste sábado (24)

2ª Mostra de Teatro Nilza Maria inicia neste sábado (24)

Adiado por causa da pandemia, o evento homenageia o dramaturgo Cláudio Barradas
2ª Mostra de Teatro Nilza Maria inicia neste sábado (24)

De 24 de outubro a 1º de novembro Belém vai receber a programação da 2ª Mostra de Teatro Nilza Maria. O evento, realizado pelo Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado da Cultura (Secult), faz um tributo à atriz paraense de mesmo nome, falecida em maio deste ano, e homenageia o dramaturgo Cláudio Barradas.

 

Além de difundir pesquisas contemporâneas nas artes cênicas paraenses, a mostra foi criada para celebrar o Dia Mundial do Teatro, celebrado em 27 de março.

 

A programação vai reunir espetáculos de onze grupos teatrais selecionados no edital lançado em fevereiro deste ano. As apresentações iniciam neste sábado (24), em formato online, transmitidos pelo canal do Youtube da Secult, diretamente de vários palcos da capital. Apenas os espetáculos do Teatro Estação Gasômetro serão presenciais, com a entrada gratuita de até cem pessoas.

 

De acordo com a titular da Secult, Ursula Vidal, será garantida toda a segurança ao público que for prestigiar o evento. "Já no momento de retomada de algumas atividades possíveis, vamos garantir ao público algum contato com essa produção teatral em nosso Teatro Gasômetro, que é um espaço mais aberto, onde nós podemos manter o distanciamento com segurança. Esperamos proporcionar essa interação com os espetáculos, atores, atrizes e com o trabalho desses diretores e dramaturgos e disponibilizar nas plataformas digitais, para as próximas gerações, esse trabalho tão extraordinário e de tanto talento produzido pelos nossos profissionais das artes cênicas no Pará", destacou a secretária.

 

Confira a programação completa da 2º Mostra de Teatro Nilza Maria AQUI.

 

Foto: Ricardo Amanajas / Agência Pará