Quiere comprar pastillas de potencia Venda De Viagra Brasil La entrega de tabletas se produce en la normal imperceptible el sobre y se respeta la confidencialidad de la.

2º Festival de Cinema Negro Zélia Amador de Deus debate racismo

2º Festival de Cinema Negro Zélia Amador de Deus debate racismo

Evento online quer inserir e valorizar negros e negras da Amazônia no audiovisual
2º Festival de Cinema Negro Zélia Amador de Deus debate racismo

Discutir o racismo através do audiovisual e valorizar a produção de cinema realizada por afro-brasileiros, sobretudo da Amazônia, são os objetivos do II Festival de Cinema Negro Zélia Amador de Deus. O evento será on-line e realizado entre os dias 25 de novembro e 10 de dezembro de 2020. A grande homenageada desta edição é a diretora de cinema e atriz paraense Rosilene Cordeiro.

 

O evento inclui na programação debates, premiação e exibição de filmes, tudo de forma virtual, pelo site www.todesplay.com.br e pelas redes sociais. A abertura será feita através de live, no Facebook e Instagram do Cine Diáspora, com a exibição do filme, "Princesa do Meu Lugar" de Pablo Monteiro (São Luís/MA) e homenagem à Rosilene Cordeiro da Conceição, professora de teatro, diretora de cinema, performer e atriz, e colaborou com o curso de Licenciatura em Teatro da Etdufpa/UFPA.

 

Nesta edição foram recebidas 135 produções, sendo 56 (41,48%) da Região Amazônica e 79 (58,52%) de outras regiões do país. Desses, 21 filmes de cineastas amazônicos foram escolhidos e irão concorrer ao prêmio Zélia Amador de Deus nas categorias: Clipe da Região Amazônica; Projeto para Web da Região Amazônica; e Curta-Metragem da Região Amazônica. Na categoria Curta-Metragem Nacional, 27 filmes estão na disputa (veja a lista completa abaixo).

 

A ideia da segunda edição do festival era repetir o formato da primeira, que ocorreu em novembro de 2019, e recebeu 107 filmes de todo o Brasil – a maioria da Região Amazônica, com 14 pontos de exibição nas periferias da Grande Belém. Entretanto, por causa da pandemia da covid-19, o evento presencial precisou ser suspenso, mas seguirá on-line. O Festival Zélia Amador de Deus contribui diretamente na renda de 24 profissionais, todos negros e, a maioria, da periferia da capital.

 

O festival homenageia a professora, atriz, diretora de teatro e ativista Zélia Amador de Deus e é uma realização da produtora audiovisual Cine Diáspora e tem o apoio do Prêmio Preamar de Cultura e Arte da Secretaria de Estado de Cultura (Secult).

 

Serviço - II Festival de Cinema Negro Zélia Amador de Deus ocorrerá entre os dias 25 de novembro e 10 de dezembro via www.todesplay.com.br e também pelo Instagram (@cinediaspora) e Facebook (/cinediasporapa).

 

Foto: Divulgação

 

Indicados por categoria:

 

Clipe da Região Amazônica

 

- Estorvo - Mc Super Shock por Saturação (Macapá/AP)

- Batidão – Enme por Jessica Lauane (São Luís/MA)

- Pretinha – Taslim por Nádia D’Cassia (São Luís/MA)

- Eu sou Tambor - Vanessa Mendonça (Belém/PA)

- Retomada Ancestral - Vanessa Mendonça (Belém/PA)

- Pesadelos - Bruna BG por Anna Suav (Belém/PA)

 

Projeto para Web da Região Amazônica

 

- Enme No Corre - Enme Paixão (São Luís/MA)

- AfricAmazônia - Amérika Bonifácio (Icoaraci-Belém/PA)

- Teia de Aranha - Emily Cassandra Bonifácio (Belém/PA)

- Medo de Travesty - Attews Shamaxy (Ananindeua/PA)

- Turva Preamar Marejante - Samily Maria (Belém/PA)

 

Curta-Metragem da Região Amazônica

 

- Brilhos Apagados - Nilce Braga (São Luís/MA e Buenos Aires/ARG)

- Quedaria - Brenna Maria (São Luís/MA)

- Sobre Aquilo que Fica - Thais Sombra (Belém/PA)

- Mametu Muagile Rainha de Angola - Elizabeth Leite Pantoja (Belém/PA)

- Que Liberdade é Essa? - Sol Oliver (Belém/PA)

- A Sússia - Lucrécia Dias (Arraias/TO)

- Romana - Helen Lopes (Natividade/TO)

- Minguante - Maurício Moraes (Belém/PA)

- Traçados - Rudyeri Ribeiro (Belém/PA)

- São Geraldo – Homem de Música e Planta – Keila dos Santos (Manaus/AM)

 

Curta-Metragem Nacional

 

- Blackout – Rossandra Leone (RJ)

- Alfazema – Sabrina Fidalgo (RJ)

- 111+ - Ivaldo Correa (RJ)

- Um Grito Parado no Ar – Leonardo Souza (RJ)

- Joãosinho da Goméa – O Rei do Candomblé – Janaina Oliveira Refem e Rodrigo Dutra (RJ)

- A Cama, o Carma e o Querer – Daniel Fagundes (SP)

- Alforria Social Beat – Rodjéli Salvi (SP)

- Minha Deusa e Eu – Gabrela Vieira (SP)

- Barco de Papel – Thais Scabio (SP)

- Dádiva – Evelyn Santos (SP)

- Aurora - Everlane Moraes (SP)

- Corre – Carolen Meneses e Sidjonathas Araújo (SE)

- Filhas de Lavadeira – Edileuza Penha de Souza (DF)

- Pernambués – Quilombo Urbano de Lúcio Lima (BA)

- Adventício – Abdiel Anselmo (CE)

- Live – Adriano Monteiro (ES)

- Rio das Almas e Negras Memórias – Taize Inácia Thaynara Rezende (GO)

- Nove Águas – Gabriel Martins e Quilombo dos Marques (MG)

- Reflexo Reverso: O Outro em Branco – Fernanda Thomaz (MG)

- Banho de Flor – Hiura F. (PB)

- Seremos Ouvidas – Larissa Nepomuceno (PR)

- 2704 km – Letícia Batista (PE)

- Notícias de São Paulo – Priscila Nascimento (PE)

- Os Verdadeiros Lugares Não Estão no Mapa – João Araió (PI)

- Por Gerações – Leila Xavier (RJ)

- Encruza – Bruna Andrade, Gleyser Ferreira, Maíra Oliveira e Uilton Oliveira (RJ)

- Por Trás das Tintas -  Alek Lean (RJ)

 

Filmes Convidados

- Princesa do Meu Lugar – Pablo Monteiro (São Luís/MA)

- O Nikse é Que Nos Socorre – Weverton Ruan Vieira Rodrigues (Belém/PA)