19/07/2023 - 14:31

Minha Casa, Minha Vida vai permitir o financiamento de imóveis sem entrada
Informação foi divulgada nesta quarta-feira (19) pelo ministro das Cidades, Jader Filho

 

 

As novas regras do programa “Minha Casa, Minha Vida” permitirão a redução ou até mesmo a isenção do valor de entrada no financiamento dos imóveis, a partir do subsídio do governo e parcerias com estados e municípios. A informação foi divulgada nesta quarta-feira (19), pelo ministro das Cidades, Jader Filho, em entrevista ao programa “Bom dia, Ministro”, da Empresa Brasil de Comunicação (EBC).

Segundo o ministro, a decisão foi tomada porque nos financiamentos habitacionais pelo Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), foi observado que a principal dificuldade está na falta do valor a ser pago como entrada.

PARTICIPAÇÃO DE AUTÔNOMOS
Outra novidade informada pelo ministro das Cidades acerca do novo Minha Casa, Minha Vida, é a possibilidade da participação de autônomos no programa. De acordo com Jader Filho, a equipe da Secretaria Nacional de Habitação tem feito estudos junto à Caixa Econômica Federal para que se apresente uma proposta à Casa Civil a fim de
atender os trabalhadores autônomos.

Atualmente, para integrar o programa habitacional o trabalhador precisa comprovar a renda mensal. Porém, para quem é autônomo essa tarefa costuma ser mais complicada. No Brasil, estima-se que 38,8 milhões de pessoas estavam na
informalidade em 2022, o que representa 39,6% da população economicamente ativa.

MINHA CASA, MINHA VIDA
O novo Minha Casa, Minha Vida entrou em vigor no início deste mês de julho, com a sanção do programa pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A Faixa 1 do programa contempla famílias com renda mensal de até R$ 2.640. Já a Faixa 2 abrange famílias com renda entre R$ 2.640 e R$ 4,4 mil; e a Faixa 3, envolve famílias com renda mensal entre R$ 4,4 mil e R$ 8 mil. 

Em relação ao valor do imóvel, o financiamento máximo é de R$ 170 mil para empreendimentos voltados à Faixa 1; de R$ 264 mil para a Faixa 2; e de R$ 350 mil para a Faixa 3. As taxas de juros variam de acordo com a região e com a renda, indo de 4% ao ano a 5,5% no caso da Faixa 1; de 4,75% a 7% para a Faixa 2; e de 7,66% a 8,16% para a Faixa 3.

Foto: Fernando Frazão / Agência Brasil

Por: Lourival Borges, com informações de Lucas Pordeus Léon (Agência Brasil).



FUNDAÇÃO PARAENSE DE RADIOFUSÃO - FUNTELPA

Cultura Rede de Comunicação
TV • Rádio • Portal Cultura
Rua dos Pariquis, 3318 - Cremação
Belém - Pará - CEP: 66045-645
CNPJ: 11.953.923/0001-84
Tel.: 4005-7725

CULTURA REDE DE COMUNICAÇÃO
Rua dos Pariquis, 3318 - Cremação | Belém - Pará - CEP: 66045-645 | (91) 4005-7725
portalcultura.com.br © Alguns direitos reservados

 

Facebook   YouTube   Twitter   Instagram   TikTok