04/04/2023 - 12:59

Reforço com vacina bivalente contra a covid-19 foi ampliado para novas faixas etárias
em Belém

Confira quem pode receber o imunizante e onde ser vacinado

 

 

Pessoas na faixa de 12 a 59 anos de idade com comorbidades podem receber a dose de reforço com a vacina bivalente contra a covid-19, em Belém. A decisão foi informada nessa segunda-feira (03), pela Prefeitura da capital, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Sesma).

A aplicação da covid-19 bivalente também está disponível a todas a pessoas dos grupos prioritários. São eles:

- Idosos de 60 anos de idade ou mais;
- Pessoas vivendo em instituições de longa permanência a partir de 12 anos e seus trabalhadores;
- Indígenas, ribeirinhos e quilombolas (a partir de 12 anos de idade);
- Gestantes e puérperas;
- Trabalhadores da saúde;
- Pessoas com deficiência permanente (a partir de 12 anos de idade);
- População privada de liberdade e adolescentes cumprindo medidas socioeducativas;
- Funcionários do sistema de privação de liberdade;
- Pessoas com comorbidades, de 12 a 59 anos.

Para receber o reforço da bivalente, a pessoa deve respeitar o intervalo de 4 meses da
última dose recebida. Além disso, para quem teve um caso confirmado de covid-19
deve aguardar 30 dias a partir do início sintomas para receber a vacina.

MONOVALENTE
Já a vacina monovalente está disponível com os imunizantes Pfizer adulto, Pfizer pediátrica, Pfizer Baby e Coronavac, para as seguintes faixas etárias:

A Pzifer adulto:
- Pessoas de 12 a 17 anos (1ª, 2ª e a dose de reforço);
- Pessoas de 18 a 59 anos (1ª, 2ª e as doses de reforço);
- Pessoas com 60 anos ou mais (1ª e 2ª dose).

A Pfizer Baby: 
- Para iniciar esquema em crianças de de 6 meses a 4 anos de idade, com comorbidades;

- Para completar esquema de criança de 6 meses a 4 anos, com ou sem comorbidades e que já tenham iniciado o esquema com essa vacina;
- Para crianças de 6 meses a 2 anos sem comorbidades que iniciarem o esquema.

Pfizer pediátrica:
- Para crianças de 5 a 11 anos: para fazer 1ª dose, 2ª dose e 1º reforço.

Coronavac: 
- Crianças e adolescentes na idade de 3 a 17 anos que precisam fazer a 1ª, 2ª ou a 1ª de reforço;
- Pessoas na idade de 18 a 59 anos (1ª, 2ª e doses de reforço).

DOCUMENTOS
Para ser atendido é necessário apresentar um documento de identificação com foto e o cartão de vacinação. Para os imunocomprometidos e pessoas com comorbidades, além dos documentos citados anteriormente, é preciso levar uma comprovação da condição, podendo ser laudo médico, receita, exame ou outro.

INFLUENZA
Ainda de acordo com a Sesma, três novos grupos passaram a ser prioritários para a vacina contra a Influenza (gripe). São eles: puérperas, gestantes, pessoas com comorbidades e trabalhadores da saúde. A campanha foi iniciada no último dia 30 de março, priorizando pessoas com idade a partir de 60 anos e crianças de 6 meses a 6 anos.

Confira os locais de vacinação, com os respectivos horários de atendimentos, AQUI.

 

Foto: Joyce Ferreira / Comus

 

Por: Lourival Borges

 

FUNDAÇÃO PARAENSE DE RADIOFUSÃO - FUNTELPA

 

Cultura Rede de Comunicação
TV • Rádio • Portal Cultura
Rua dos Pariquis, 3318 - Cremação
Belém - Pará - CEP: 66045-645
CNPJ: 11.953.923/0001-84
Tel.: 4005-7725

CULTURA REDE DE COMUNICAÇÃO
Rua dos Pariquis, 3318 - Cremação | Belém - Pará - CEP: 66045-645 | (91) 4005-7725
portalcultura.com.br © Alguns direitos reservados

 

Facebook   YouTube   Twitter   Instagram   TikTok